Fake News

⚠ ANTIFAKE NEWS: PT NÃO financia eleições com propina, como alegou Gilmar Mendes

Falsas acusações do ministro nunca foram provadas!

Em 2015 o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes deu entrevistas acusando o PT de um plano para se eternizar no poder, acumulando bilhões em dinheiro de propina para financiar campanhas eleitoras pelas próximas décadas.

Não é verdade!

Mendes falava que os planos do partido haviam sido frustrados pela Operação Lava Jato da Polícia Federal. O PT nunca fez nada para atrapalhar as investigações, muito pelo contrário. A PF conquistou grande autonomia para investigar poderosos justamente nos governos petistas.

Quanto à grande quantidade de dinheiro mencionada por Mendes, nem é necessário dizer que ISSO NÃO EXISTE. A Polícia Federal nunca encontrou nenhum indício de que o partido estaria de posse desse dinheiro.

Mendes é conhecido por agir politicamente e foi cotado várias vezes para se candidatar a algum cargo público pelo PSDB, partido que governou o país quando ele ocupava o cargo de Procurador Geral da Nação (2000 a 2002). O presidente Fernando Henrique Cardoso o nomeou para o STF em seu último ano de mandato.

Curiosamente, à época das declarações, a movimentação do golpe que acabaria derrubando o governo petista de Dilma Rousseff estava em pleno curso e, no ano seguinte o governo Temer se consolidou no poder com o apoio, justamente, do PSDB.

 

 

LEIA TAMBÉM