Últimas

Desmatamento Zero: não é sonho, é compromisso de Haddad e Manu

Os mais de 240 milhões de hectares já abertos são o bastante!

Alcançar o índice de desmatamento zero da Amazônia até o ano de 2022 não tem nada de sonho, mas é compromisso assumido por Haddad em seu plano de governo. Isso é possível porque já temos muita terra aberta para o agronegócio e para as pastagens.

 

Se bem utilizados, os mais de 240 milhões de hectares já abertos são o bastante!

 

O governo Haddad vai:

 

🌲 Combater o desmatamento

 

🔥 Combater as atividades madeireiras e as queimadas ilegais

 

🐄 Combater a expansão desordenada da pecuária e da soja

 

⛰️ Combater a implantação de grandes projetos minerais, energéticos e viários que implicam em graves consequências para a territorialidade, a cultura e a sobrevivência dos povos amazônicos.

 

 

O que Haddad vai fazer:

 

🌳 Fiscalizar o cumprimento do Código Florestal

Incluindo o Cadastramento Ambiental Rural

 

👩‍🌾 Empoderar os moradores locais

Eles são os maiores agentes de preservação. Por isso, o governo vai garantir o direito à terra e estimulará a economia da floresta

 

✒️ Aperfeiçoar a governança

O diálogo entre o Estado e os movimentos sociais é fundamental para a tomada de decisões

 

A preservação e o cuidado das nossas fronteiras ecológicas trazem muito mais benefícios do que sacrifícios. Além de preservar uma das mais ricas faunas e floras do planeta, essas ações ajudam até mesmo quem mora bem longe da floresta:

 

O Desmatamento Zero ajuda a manter o equilíbrio climático. Sem florestas, não há chuvas e sem chuvas, não há água, o que agravará o racionamento nas metrópoles e nas demais cidades brasileiras.

Para isso, será preciso aperfeiçoar os mecanismos de governança do Estado brasileiro, assegurando o necessário diálogo federativo e a participação social nos processos decisórios.

LEIA TAMBÉM