Últimas

Na Rede TV, Haddad explica 11 pontos do seu plano de governo

E afirma: “Para o meu adversário, o pobre é parte do problema. Para nós, é parte da solução”.

Não basta ter proposta, tem que dizer como vai colocar cada uma em prática. E foi exatamente isso o que fez nosso candidato, Fernando Haddad, em entrevista à Rede TV nesta quinta (11).

Confira a solução de Haddad para cada uma das questões apresentadas:

Impostos: Quem ganha mais paga mais. E quem ganha até 5 salários mínimos será isento do pagamento de imposto de renda.

Mídia: Não é possível que grande parte da mídia esteja nas mãos de algumas famílias apenas. Para nosso candidato, é preciso garantir a diversidade da informação.

 

Lava Jato: Haddad afirma que vai apoiar a Lava Jato, fortalecendo os órgãos de combate à corrupção, como os governos do PT fizeram.

 

Armas: “Quem tem que portar arma é a polícia, para garantir a segurança pública, que é um direito seu”. Haddad ainda disse que o crime organizado será enfrentado pela Polícia Federal.

 

Ministérios: Para Haddad, a extinção de alguns ministérios depois do golpe foi prejudicial. Ele vai retomar os ministérios da Ciência e Tecnologia, das Mulheres e da Promoção da Igualdade Racial.

 

Agronegócio: Nosso candidato destacou a importância do agronegócio para o Brasil, mas enfatizou que é preciso garantir que as terras sejam produtivas, com respeito ao meio ambiente e ênfase para a produção de alimentos saudáveis.

 

Drogas: “Traficante na cadeia. Usuário com tratamento”.

 

Educação: Haddad foi o ministro que cuidou da creche à universidade. Em seu governo, vai dar uma atenção especial ao Ensino Médio. Uma escola federal de referência vai se responsabilizar por uma estadual na mesma região. As melhores escolas vão apoiar as outras.

Mais Médicos: Esse foi um dos maiores legados dos governos do PT, beneficiando 60 milhões de brasileiros. Agora, Haddad vai ampliar o programa com acesso a médicos especialistas. Nas policlínicas (uma a cada 500 mil habitantes), o usuário vai ter médicos especialistas, exames de imagem e cirurgia eletiva.

Estatais: Para Haddad, algumas estatais, como a Petrobras e o Banco do Brasil, são intocáveis, já que são patrimônio dos brasileiros. Ele também vai defender o pré-sal e a Embraer, que cuida da nossa defesa.

Bolsa Família: O Bolsa Família aumentou a capacidade de consumo das famílias, aqueceu a economia e contribuiu para a geração de 20 milhões de empregos durante os governos do PT.

 

“Para o meu adversário, o pobre é parte do problema. Para nós, é parte da solução”.

LEIA TAMBÉM