Últimas

Imprensa internacional destaca: Haddad é um gestor visionário

Como prefeito de São Paulo, ele revolucionou a mobilidade urbana e sanou as contas públicas

Que Fernando Haddad é um gestor público inovador até o The Wall Street Journal sabe.

Quando ele ainda era prefeito de São Paulo, o jornal americano classificou Haddad como “visionário pelo conjunto de políticas sociais que implantou e pelas ousadas — e necessárias — reformas do sistema de mobilidade.

O texto cita o programa De Braços Abertos, que conseguiu ressocializar dependentes do crack sem precisar recorrer à internação, mas, sim, à oferta de emprego e moradia.

Circular pela cidade também ficou mais fácil, seguro e agradável. As soluções de mobilidade para uma São Paulo superlotada também foram elogiadas pela publicação, principalmente a implementação de ciclovias e corredores de ônibus.

 

Com Haddad, o carro deixou de ter preferência sobre os demais meios de transporte ou sobre os pedestres.

 

Assim, dentro desse novo plano de mobilidade urbana, Haddad implantou 334 km de ciclovias, ou seja, uma expansão de 400% e que resultou no aumento de 66% dos usuários entre 2014 e 2015.

O jornal norte-americano The New York Times — outro que também elogiou Haddad — destacou que ele desafiou a “supremacia do automóvel”.

O transporte coletivo também passou a ser prioridade para o prefeito. Para que os usuários chegassem mais rápido e com mais conforto, Haddad fez 423 km de faixas exclusivas de ônibus. Com um aumento de 20 km/h na velocidade média, esses passageiros passaram a economizar 4 horas por semana em deslocamentos.

Se Haddad fez tudo isso por São Paulo, imagina só o que vai fazer pelo Brasil! Esse sim é inovador.

LEIA TAMBÉM