Propostas

Reforma Bancária: crédito mais acessível e justo

Haddad vai estimular a concorrência entre os bancos

O alto custo do crédito trava a economia e dificulta demais a vida do povo. Tá difícil ficar com as contas em dia e todos nós sabemos bem disso. 

Sabe como o Haddad vai resolver essa questão? Com uma Reforma Bancária!

Nosso candidato não cansa de dizer que, hoje, o sistema bancário é oligopolizado, ou seja, não há nenhuma concorrência entre os bancos. Isso faz com que eles cobrem juros abusivos, por exemplo. 

Então, ele vai fazer o seguinte:

 

A instituição que oferecer crédito a juros mais baixos vai pagar menos impostos.

 

Massa, né?

Assim, o governo federal vai combater o chamado spread bancário, que nada mais é do que o lucro pré-definido (e absurdo) do banco nos empréstimos que concede.

E a democratização do acesso ao crédito vai atingir tanto as famílias quanto as empresas e os pequenos negócios.

Com as pessoas comprando mais e as empresas crescendo, acontece o tão desejado aumento nas vagas de trabalho.

E aí a roda da economia volta a girar, com equilíbrio fiscal e desenvolvimento social, como na época do Lula!

Quer ver o próprio Haddad falando sobre o tema? Dá o play:

LEIA TAMBÉM