Fake News

⚠ ANTIFAKE NEWS: Haddad NÃO fez apologia ao incesto em livro

Não passa de outro produto da fabriqueta de calúnias...

Circula outra mentira na internet (alguém está contando?) tentando associar Fernando Haddad a práticas sexuais impróprias para crianças. A diferença é que essa mentira tem nome e sobrenome: foi espalhada pelo “filósofo” Olavo de Carvalho.

Ele escreveu em sua rede que em um antigo livro acadêmico, Em defesa do socialismo, Haddad faria apologia do incesto.

Isso NÃO É VERDADE!

O livro de Haddad é uma extensa pesquisa na qual estão incluídos textos teóricos de revolucionários que citam táticas para modificar as sociedades. Entre essas estratégias, alguns falam de subverter o conservadorismo ao dar maior liberdade sexual aos jovens. Tenha em mente que esses textos foram escritos nas primeiras décadas do século XX, quando os costumes eram MUITO mais rigorosos. Isso poderia significar algo hoje corriqueiro, como sexo casual, um verdadeiro escândalo na época.

Nada a ver com incesto…

Haddad se declara social-democrata pelo compromisso com uma sociedade menos desigual, afirmando frequentemente seu compromisso com a democracia e o repúdio ao autoritarismo.

 

Veja o que Haddad já falou sobre o livro em entrevista para a Época em 2012:

“O socialismo, em minha opinião, tem dois compromissos importantes. O primeiro é a recusa de toda experiência autoritária em nome da igualdade. Entrei no movimento estudantil numa quadra histórica em que ainda havia forte presença de stalinistas e trotskistas. E nunca militei nessas organizações, justamente em virtude do viés autoritário. Então, sou de linhagem mais frankfurtiana, por assim dizer”.

 

Resumindo: a bomba dos olavetes não passa de um estalinho…

LEIA TAMBÉM