Propostas

Ensino Médio Federal: o jovem de volta para a escola

Com Haddad, governo federal vai oferecer parcerias para essa etapa vital da Educação

A gente já sabe que o Haddad entende tudo de Educação, afinal, ele foi o melhor ministro que esse país já teve. O Lula não cansa de dizer isso.

E, agora, ele tem uma proposta que vai resolver de vez o problema no Ensino Médio. Hoje, 1,3 milhão de jovens de 15 a 17 anos, segundo o IBGE, estão fora da escola. Não dá, né?

 

Para começar, Haddad vai revogar a tal Reforma do Ensino Médio feita, sem diálogo algum, pelo governo ilegítimo de Temer e do PSDB.   

 

Mudanças que mexem com a vida de tanta gente devem ser discutidas com a sociedade e com os envolvidos com o tema – como fazia Lula e como Haddad vai fazer!

Nosso candidato propõe um novo currículo para essa etapa da Educação Básica.

 

E tem mais: para mostrar que essa é mesmo uma prioridade, Haddad vai criar o programa Ensino Médio Federal.

 

Vai funcionar assim:

🎒 Parcerias com os estados e com o Distrito Federal

Os Institutos Federais são referência no Ensino Médio. Isso a gente já sabe.

Então, nas áreas que apresentam altos índices de violência (principalmente contra a juventude negra) e baixo rendimento escolar, o Instituto Federal mais próximo vai acompanhar as escolas da rede estadual por meio de um convênio.

Massa, né?

O governo federal ainda vai se responsabilizar pela reforma e pela ampliação das escolas. A União também se encarregará de implantar internet de alta velocidade, laboratórios, bibliotecas e equipamentos desportivos e culturais. As escolas ficarão abertas para a comunidade.

 

 

🏦 Bolsa Permanência

O jovem de baixa renda vai receber bolsa para que possa concluir os estudos com tranquilidade. O objetivo é deixar para trás a atual realidade: 4 em cada 10 jovens não concluem o Ensino Médio. E, na maioria das vezes, porque têm que trabalhar.

 

 

🏢 Sistema S a serviço do Ensino Médio público e de qualidade

Pouca gente conhece por esse nome o grupo de organizações que começam com a letra S (como Sesi, Sesc, Senai, Senac etc), mas muitos já se beneficiaram dessas instituições mantidas, em grande parte, pelo governo, que têm como missão melhorar a vida da população.

O plano do Haddad é que o Sistema S ajude a resolver a crise do Ensino Médio. A ideia é oferecer essa estrutura já existente a um número maior de alunos, de maneira gratuita, é claro, já que tem muito recurso federal nessas instituições.

 

 

🏫 Expansão dos Institutos Federais

Lula e Haddad levaram câmpus de Institutos Federais para todo canto do Brasil. A ideia é seguir com essa interiorização da Educação, garantindo acesso e oportunidades às juventudes, sobretudo aos jovens que vivem em regiões mais vulneráveis e com maiores índices de violência.

O que o Haddad quer é que todo jovem brasileiro conclua o Ensino Médio na idade certa e que tenha oportunidade de ingressar no ensino superior. 

LEIA TAMBÉM