Últimas

Bolsonaro garante: se eleito, vai perseguir e prender qualquer oposição

No Brasil de Bolsonaro, pensar diferente será crime, representantes de movimentos sociais serão terroristas e a oposição será perseguida e "varrida".

“A faxina agora será muito mais ampla. Se essa turma quiser ficar aqui, vai ter que se colocar sob a lei de todos nós, ou vão pra fora ou pra cadeia. Esses marginais vermelhos serão banidos de nossa pátria. Ninguém vai sair dessa pátria, essa pátria é nossa e não é dessa gangue que tem bandeira vermelha e a cabeça lavada”.

 

Parece discurso de generais da ditadura em 1964, mas é o próprio Jair Bolsonaro em 2018. Na tarde de ontem, o deputado, como de costume, fugiu do ato organizado por seus apoiadores, mas gravou um vídeo para ser projetado na Avenida Paulista, pelo qual enviou um forte recado – não para quem vota nele, mas para quem ousa pensar diferente do seu projeto de poder.

O plano de Bolsonaro é ganhar as eleições e destruir a democracia para entregar o país de bandeja para o capital estrangeiro. Ele sabe que suas ideias são contra os interesses do povo, por isso não pode deixar livre ninguém que apresente divergência com seu discurso.

O deputado Bolsonaro também promete prender Fernando Haddad, que, em décadas de vida pública, nunca foi condenado, provando sempre que segue sua carreira com ética e dedicação – ao contrário do deputado fujão, que ainda nem chegou ao poder e já se envolveu em esquema multimilionário de caixa 2.

 

Democracia NÃO SE FAZ com perseguição política, deputado!
Você não pode calar a vontade de 47% do povo brasileiro!

LEIA TAMBÉM