Últimas

Bolsonaro defende rasgar Estatuto da Criança e do Adolescente e que pais ensinem filhos a atirar

Candidato do PSL quer fim do Estatuto da Criança e do Adolescente para encorajar crianças a usarem armas de fogo

Todo mundo já sabe que Jair Bolsonaro quer liberar o porte de armas para a população. A novidade agora é que ele quer que crianças também tenham acesso a armas de fogo.

Para Bolsonaro, os pais precisam ensinar seu filhos a usarem armas ainda na infância. A declaração do candidato, em agosto, ocorreu no mesmo dia em que tentou fazer com que uma criança apontasse o dedo, imitando uma arma, em direção ao público.

Segundo o jornal O Globo:

“Encorajo, sim [o uso de arma de fogo para crianças]. Não podemos mais ter uma geração de covardes, de ovelhas. A realidade é muito diferente da teoria que está aí”, disse o candidato.

Bolsonaro disse ainda que é preciso acabar com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que é um conjunto de normas do ordenamento jurídico brasileiro para garantir a proteção de crianças e adolescentes.

“O ECA tem que ser rasgado e jogado na latrina. É um estímulo à vagabundagem e à malandragem infantil”.

De acordo com o ECA, é crime vender, fornecer, ainda que gratuitamente, ou entregar, de qualquer forma, a criança ou adolescente arma, munição ou explosivo”. A pena prevista é de três a seis anos de prisão.

Bolsonaro, por sua vez, revelou que ensinou seus filhos a atirar ainda na infância.

“Meus filhos todos atiraram desde os 5 anos. Real, não é ficção”.

LEIA TAMBÉM